Home
Noticias
Opinião
Conteúdos Multimedia

 

 Adere ao Bloco
Newsletter







Desafio de Pedro Soares aos deputados de Viana do Castelo: não se refugiem em declarações de voto PDF Imprimir e-mail
21-Jul-2010

2010_comicio_verao_foto.jpgNo comício de dia 12, em Viana do Castelo, Pedro Soares desafiou os deputados eleitos pelo Norte a votarem em consciência em relação à introdução de portagens nas SCUT’S, e a não se refugiarem “em declarações de voto” sobre a matéria. O deputado eleito por Braga defendeu que “os deputados têm de assumir com clareza se querem quebrar a confiança com os seus eleitores”.

José Soeiro, o segundo deputado a intervir no comício, destacou a realidade dos cerca de 11 mil estudantes universitários que recorreram a empréstimos para ajudar a financiar os estudos nos últimos três anos, e ao novo decreto-lei que irá limitar os apoios sociais aos alunos. “PS e PSD fingem estar desavindos mas unem-se na aprovação de medidas de austeridade selectiva”, disse, acrescentando que o Bloco continuará a combater “este ataque aos que vivem abaixo das suas possibilidades”.

Na última intervenção da noite, Francisco Louçã respondeu à proposta aprovada pelos ministros das Finanças dos 27 para impor um novo tipo de sanções financeiras contra os países que não cumprirem as metas impostas pelos planos de austeridade, que incluem a suspensão de subvenções concedidas, no sector agrícola, da pesca ou das ajudas a regiões desfavorecidas.

“Reunidos em Bruxelas, os ministros das finanças decidiram hoje atacar e punir com mais sanções e cortes os países com mais dificuldades. Para combater estas medidas o Bloco vai juntar-se ao grande protesto do dia 29 de Setembro, numa grande campanha internacional”, referiu Louçã sobre as manifestações promovidas pelo Partido da Esquerda Europeia, em vários países, em defesa da segurança social, do emprego e contra o ataque aos salários.

Comentando ainda algumas afirmações recentes do economista Paul Krugman, sobre a eventual saída do Euro de países como a Grécia ou Portugal, no actual contexto de crise financeira, ou uma proposta avançada hoje, no âmbito das jornadas do PSD, pelo antigo ministro das Finanças, Ernâni Lopes, que defendeu que, se estivesse no governo, “reduziria seguramente, os vencimentos de funcionários públicos”, com um corte nos salários entre 15 a 30 por cento, Louçã ironizou: “Há por aí um certo polvo que se tornou muito conhecido pelos seus prognósticos. Julgo que, se ele fosse chamado a fazer previsões económicas, acertaria mais do que a maioria dos economistas que tem avançado com pretensas propostas para combater a crise”.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
banner_facebook.jpg

     

     Portal do Bloco de Esquerda

 

Portal Esquerda.net

     

Portal do Grupo Parlamentar do BE

     

 be_internacional.jpg

     

 

marisa_presidente.jpg

 

     

 

 

 

 

      

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

banner_legislativas.jpg

 

© 2018 Site Distrital de Viana do Castelo - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.