Home
Noticias
Opinião
Conteúdos Multimedia

 

 Adere ao Bloco
Newsletter







Hotel proíbe a reserva de quartos a gays e lésbicas
10-Jun-2016
casa-d-joao-enes-gallerydsc00862_0.jpg

Deputada bloquista Sandra Cunha pede esclarecimentos à ASAE, defendendo que a situação configura “uma clara discriminação, assente em valores preconceituosos e que não pode ter lugar numa sociedade democrática, tolerante e fundada no princípio da igualdade”.

Num  conjunto de perguntas endereçadas à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica – ASAE, Sandra Cunha lembra que, no dia 5 de junho de 2016, o jornal Diário de Notícias (DN) publicou uma notícia com o título 'Hotel do Minho veda acesso a 'gays e lésbicas'”, na qual se dá conta que o empreendimento turístico Casa D’João Enes, situada em Afife, Viana do Castelo, em funcionamento desde 2010, proíbe a reserva de quartos a homossexuais, adeptos de futebol, frequentadores de festivais de música de verão e consumidores de estupefacientes.

Ler mais...
 
Debate entre Moções à X Convenção do Bloco de Esquerda
03-Jun-2016

Realiza-se no dia 03 de junho pelas 21 horas, na sede distrital de Viana do Castelo do Bloco de Esquerda, o debate entre as moções que se apresentam à X Convenção do Bloco.

Com as seguintes presenças:

Moção A- Adelino Fortunato

Moção B- Armando Herculano

Moção R- Luís Filipe Pires

Moderação- Luís Louro

 

A morada da sede de Viana do Castelo é Rua de Santo António nº100- 1ºandar

Aparece! 

   

13331015_1035799973165396_4075164769883349498_n.jpg

 

    

  

share.png

       

 
Filmes Falados- Rendimento Básico Incondicional
24-Mai-2016

27 de Maio pelas 21:30, vamos falar do Rendimento Básico Incondicional. 

 Uma nova forma de encarar a economia e as funções sociais do estado. Vamos representar o filme:

"O Rendimento Básico- um impulso cultural"

Um filme ensaio de Daniel Hãni e Enno Schmidt (100min), 2008, Suiça.

Ler mais...
 
Saiba se no seu concelho é usado glifosato nos espaços públicos
23-Mai-2016
glifosato.jpg O Bloco de Esquerda questionou por escrito todas as Câmaras Municipais do país sobre o uso de glifosato nos espaços públicos. Confira se no seu concelho se recorre a este perigoso herbicida cancerígeno.

 

 

 

O glifosato é o herbicida mais utilizado no país e no mundo. Este composto tem uma utilização sistémica não seletiva e é de venda livre e de fácil acesso. Mata todas as plantas exceto as modificadas artificialmente para lhe serem resistentes. Em Portugal, só em 2012 foram aplicadas 1400 toneladas deste tipo de pesticida.

No país, o seu uso é generalizado na agricultura e também nos serviços das autarquias. Muitos municípios utilizam glifosato nos espaços urbanos, principalmente para manutenção de zonas verdes, jardins, praças, ruas, estradas, passeios, valas, pavimentos, cemitérios ou até na limpeza de estátuas e outros elementos de património cultural ou arquitetónico. Nestes casos, o pesticida mais utlizado dá-se pelo nome de SPASOR, fabricado pela multinacional Monsanto.

   

Ler mais...
 
Filmes Falados- Junho o mês que abalou o Brasil
22-Abr-2016

29 de Abril pelas 21:30, vamos falar do Brasil e do momento conturbado que atravessa.

Convidamos Rômulo Góis, activista do "Colectivo Andorinha - Frente Democrática Brasileira em Lisboa" para nos falar do complexo momento que se vive no Brasil e das suas causas depois de assistirmos ao documentário:
"Junho - O Mês que abalou o Brasil". de João Wainer - Brasil (2014) 72'.

O documentário mostra as manifestações que tomaram diversas cidades do Brasil em junho de 2013. A revolta de proporção nacional ganhou expressão em São Paulo, quando uma passeata contra o aumento das tarifas do transporte público foi duramente reprimida pelas forças policiais. As reivindicações aumentaram, havendo protestos contra a corrupção, falta de serviços públicos e gastos excessivos com a Copa do Mundo. O movimento evoluiu, ganhou o país e mais de um milhão de pessoas foram às ruas. 

 

filmes_falados-_brasil.jpg

 


   

share.png

 
Apresentação quinzenal dos desempregados é “solução persecutória”
06-Abr-2016
desemprego_120309_miguel_a_lopes_7.jpg
As apresentações quinzenais a que os beneficiários de prestações de desemprego estão sujeitos, regra geral nas juntas de freguesia, fazem sentido? Questionada, a Provedoria de Justiça diz que há “sérias dúvidas quanto à sua real utilidade e função”. Uma jornalista desempregada afirma ao esquerda.net que se trata de uma “solução persecutória”, que “viola os direitos fundamentais”.
 
 A medida, em vigor desde 2006, e prevista no Decreto-Lei n.º 220, já suscitou várias denúncias ao Provedor de Justiça que recentemente interpelou o atual Governo "designadamente acerca da concretização da alteração ou mesmo eliminação do referido dever".
Isso mesmo pode ler-se em resposta da Provedoria a Margarida Janeiro, jornalista, desempregada, que apresentou queixa àquela entidade.
"Penso que se trata de uma solução pidesca e persecutória sem sentido que viola os direitos fundamentais dos cidadãos portugueses", afirma Margarida Janeiro ao esquerda.net, confessando-se "cansada de obedecer a esta humilhação".

 

Ler mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 7 - 12 de 59
banner_facebook.jpg

     

     Portal do Bloco de Esquerda

 

Portal Esquerda.net

     

Portal do Grupo Parlamentar do BE

     

 be_internacional.jpg

     

 

marisa_presidente.jpg

 

     

 

 

 

 

      

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

banner_legislativas.jpg

 

© 2017 Site Distrital de Viana do Castelo - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.